Voltar

quinta-feira, 23 de agosto de 2012, 8h45

Notícias IBA

Informativo Programa Fitossanitário do Algodão em Mato Grosso do Sul

A Associação Sul Mato Grossense – AMPASUL – através de seu Presidente, Sr. Darci Boff, divulgou no dia 22 de agosto, informativo com o Relatório Semanal – de 13 a 20 de agosto de 2012 – do Programa Fitossanitário do Algodão em Mato Grosso do Sul. As visitas são realizadas nos Núcleos de Produção. Segundo […]

A Associação Sul Mato Grossense – AMPASUL – através de seu Presidente, Sr. Darci Boff, divulgou no dia 22 de agosto, informativo com o Relatório Semanal – de 13 a 20 de agosto de 2012 – do Programa Fitossanitário do Algodão em Mato Grosso do Sul. As visitas são realizadas nos Núcleos de Produção.

Segundo a associação, o Núcleo 2 já está com cerca de 70% do algodão colhido e áreas com algodão em 2° época, que ainda serão colhidos. Informaram ainda, que propriedades registraram casos de ataque do Bicudo (Anthonomus grandis), e que algumas delas não efetuaram o correto armadilhamento de suas áreas. Por esse motivo, a Ampasul disponibilizou agrônomos para orientar os produtores sobre a importância do monitoramento e, controle do bicudo junto com a destruição de soqueira e no armadilhamento da pré-safra.

Fazenda Costa Rica –MS

Quanto ao Núcleo 3, a associação disse que a Região Sul já está com todo o algodão colhido e beneficiado e, que na safra 2012/2013 a região terá uma redução de 50% na área plantada. Resultado do baixo preço negociado e do grande volume de chuva que atingiu a região, prejudicando a produtividade. Já na Região Central, a área plantada na próxima safra também terá redução por conta dos preços baixos. A associação relata também que as condições de transporte não são boas, o que tem deixado grande quantidade de plumas com caroço nos acostamentos das estradas e rodovias da região.

Rodovia Região Cental - MS

Rodovia Região Central – MS

O Programa Fitossanitário do Algodão em Mato Grosso do Sul, faz parte da atividade de mitigação de pragas e doenças do algodoeiro e foi aprovado em março de 2012, pelo Conselho Gestor do IBA. O projeto foi aprovado com a duração de quatro anos.