Voltar

sexta-feira, 29 de maio de 2020, 7h02

Notícias IBA

Informações sobre o bicudo se transformam em estratégias para vencê-lo

Amipa tem reduzido a população do bicudo e demais pragas com número de aplicações de químicos abaixo da média

O Projeto Fitossanitário do Algodão de Minas Gerais para as safras 2019/20 a 2021/22, da Associação Mineira dos Produtores de Algodão (Amipa), é uma continuidade do último projeto fitossanitário da associação, cujo objetivo é reduzir/eliminar pragas do algodão por meio de novas tecnologias e manejos. Essas novas ações resultaram em uma diminuição na quantidade de pulverizações e maior eficiência no combate ao bicudo, além de demonstrar uma cultura mais sustentável.

Desde o início, a Amipa foca em capacitação e monitoramento para suprimir a praga, pois quanto mais os produtores conhecem o bicudo e entendem como fazer o acompanhamento, melhores são os resultados. Com o apoio do IBA, a associação pode dispor de material para realizar armadilhamentos, técnica em que talhões são disparados no início da colheita, com a função de atrair o bicudo e eliminá-lo. Os armadilhamentos ajudam muito a diminuir a população do inseto para a safra subsequente.

Segundo o diretor-executivo da Amipa, Lício Pena, a associação tem conseguido manter a aplicação de químicos na média de sete, oito e nove, sendo que nos demais estados esse número chega a 20. “É preciso pegar as informações e transformá-las em estratégia. E nós acreditamos na importância de o produtor participar junto do projeto, pois assim, ele se sente mais responsável pelos resultados”. Lício explica, ainda, que não há a contratação de muitos colaboradores, pois tudo é feito com as equipes das próprias fazendas. “Geralmente, a Amipa apresenta os números levantados para um fórum formado pelos agrônomos das fazendas e a as tomadas de decisões são feitas em conjunto”, conta.

O projeto é um ótimo exemplo de que é possível alcançar excelentes resultados com simplicidade. Não foram necessários grandes investimentos, nem muitas pessoas: a eficiência foi possível graças à união dos envolvidos em busca de soluções práticas, estratégicas e sustentáveis.

Quer acompanhar outros projetos que estão sendo realizados com o apoio do IBA? Acesse aqui e fale conosco, se precisar.